Segunda-feira
20 de Setembro de 2021 - 
Experiência, Honestidade e Compromisso a seu Serviço!

Controle de Processos

Aqui você acompanha seu processo, através da senha criada no escritório!

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,31 5,31
EURO 6,23 6,23

Newsletter

Call Center

Sede Silvânia - GO

Rua Antônio Leão Neto 40 
Centro
CEP: 75180-000
Silvânia / GO
+55 (62) 3332-2030+55 (62) 3332-1572

Sede Palmas - TO

Av. Teotonio Segurado, Ed. Amazônia Center s/n Sala 902, Em Frente ao Fórum de Palmas
Plano Diretor Sul
CEP: 77016-002
Palmas / TO
+55 (63) 3322-7278

Sede Goiânia - GO

Rua 136 761 Qd. F-44, Lt. 2-E, Ed. Nasa Business Style, 11º Andar, Parte D-32
Setor Sul
CEP: 74093-250
Goiânia / GO
+55 (62) 3602-0757

Previsão do tempo

Hoje - Aparecida do Ri...

Máx
40ºC
Min
27ºC
Predomínio de

Terça-feira - Apareci...

Máx
40ºC
Min
25ºC
Predomínio de

Hoje - Palmas, TO

Máx
40ºC
Min
26ºC
Predomínio de

Terça-feira - Palmas,...

Máx
40ºC
Min
26ºC
Predomínio de

Hoje - Gameleira de Go...

Máx
35ºC
Min
20ºC
Predomínio de

Terça-feira - Gamelei...

Máx
36ºC
Min
23ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Leopoldo de Bul...

Máx
35ºC
Min
17ºC
Predomínio de

Terça-feira - Leopold...

Máx
36ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Vianópolis, GO

Máx
36ºC
Min
18ºC
Predomínio de

Terça-feira - Vianóp...

Máx
36ºC
Min
20ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Silvânia, GO

Máx
36ºC
Min
19ºC
Predomínio de

Terça-feira - Silvân...

Máx
37ºC
Min
20ºC
Parcialmente Nublado

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Home

DECISÃO: Adquirente de imóvel após desapropriação indireta não pode cobrar indenização do poder público

A 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), alinhado com a jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (STJ), deu provimento ao agravo do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), reconhecendo a ilegitimidade ativa dos autores para propor a ação de desapropriação indireta (que é quando o Poder Público primeiro toma posse do bem e somente depois indeniza o proprietário que reclamar o bem). Na ação de indenização por desapropriação indireta de parte do imóvel rural, denominado “Fazenda Palmeiras”, localizado no município de Bom Jesus da Penha/MG, em virtude da construção da Rodovia BR-146, proposta perante o juízo federal da Subseção Judiciária de Passos/MG, o DNIT interpôs agravo retido, arguindo a ilegitimidade ativa dos autores, que adquiriram a propriedade em 2006, portanto posteriormente à implantação da rodovia (agravo retido é o recurso interposto contra a decisão interlocutória de primeira instância, cujo exame será feito quando da remessa dos autos ao tribunal para o exame de recurso de apelação). O DNIT também interpôs apelação alegando que não foi demonstrada a ocorrência do esbulho (que é a retirada forçada de um bem de seu legítimo possuidor), além de vícios no laudo pericial, deduzindo também outros pedidos. Ao apreciar o agravo retido, a relatora, desembargadora federal Mônica Sifuentes, explicou que, ao julgar o recurso especial representativo de controvérsia, a Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou a jurisprudência firmada naquele tribunal de que “quem adquire imóvel após apossamento administrativo não pode, em nome próprio, por lhe faltar legitimidade ativa e interesse de agir, cobrar indenização” (Tese Repetitiva 17). Destacou a magistrada que “é incontroverso o fato de que os autores adquiriram a propriedade em questão após a implantação da rodovia, e, não estando caracterizada, na hipótese, qualquer das exceções previstas na tese repetitiva apresentada, não fazem jus ao valor da indenização pretendida”. Concluindo, a relatora votou no sentido de dar provimento ao agravo retido, e por este motivo julgar extinto o processo, por ter verificado a ausência de legitimidade dos autores, nos termos do art. 485, VI, do Código de Processo Civil de 2015, não chegando a ser julgada a apelação do DNIT. Por unanimidade o Colegiado deu provimento ao agravo retido, nos termos do voto da relatora. Processo 0000268-11.2009.4.01.3804   Data do julgamento: 03/08/2021 Data da publicação: 06/08/2021   RB   Assessoria de Comunicação Social Tribunal Regional Federal da 1ª Região  
14/09/2021 (00:00)
Visitas no site:  345280
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.